• Av. Projetada 3615 - Via Anhanguera, Km 124 Sul - Americana/SP - Brasil

Translate:

Geotêxtil

Reconhecendo as necessidades e dificuldades para o adequado gerenciamento dos efluentes industriais, estações de tratamentos de esgoto (ETEs) de água (ETAs), de lagoas assoreadas, a Topack do Brasil desenvolveu o tecido geotêxtil para fabricação de bolsas para contenção, desague e desidratação de lodo provenientes desses locais.

Descrição
O tecido da unidade para contenção, desaguamento e armazenagem de lodo é produzido com resina de polipropileno que, após os processos de extrusão e tecelagem, obtêm-se o tecido conhecido como geotextil, de alta resistência, a fim de resistir às elevadas pressões de bombeamento e manter a total segurança do sistema.

No processo de extrusão da resina, a massa é aditivada com material que confere a ela maior resistência à incidência de raios UV.

Os fios empregados na fabricação do tecido possuem características adequadas de resistência, tenacidade e durabilidade, determinadas pela adequação de titulagens, dimensões e tratamentos especiais de retorção e fibrilagem.

O tecido do corpo e o da válvula de enchimento é formado pela disposição de fios em duas direções, longitudinal (urdume) e horizontal (trama), pela forma sarjada que melhor viabiliza a capacidade de retenção das partículas sólidas presentes no material a ser desidratado, e ao mesmo tempo, capacidade de drenagem do percolado.

Quando confeccionado o tubo, ele é capaz de desidratar pequenos ou grandes volumes, além de permitir múltiplos bombeamentos sem que ocorra rompimento do tecido por fadiga ou esforço mecânico, bem como o rompimento de suas costuras.